Venham para o Brasil, o momento é agora!

Nas últimas semanas participei de duas missões com empresários europeus, que viajaram pelo país para analisar o mercado e conhecer um pouco mais do Brasil. Estas missões foram patrocinadas pela União Europeia e pelo estado alemão da Renânia do Norte. As avaliações sobre o país são as melhores possíveis, com um grande potencial de mercado, com tecnologia e excelentes perspectivas para o futuro. Entretanto, todos eles demonstravam apreensão sobre o ano eleitoral de 2018, sem saber qual força partidária será dominante no pleito do ano que vem.

Existem fortes sinais de que a economia brasileira começa a se separar da política e dos humores de Brasília: As empresas brasileiras sabem que da política brasileira não virá nada de bom. Na capital federal os representantes eleitos do povo estão preocupados com seu próprio destino, com os processos criminais que enfrentam ou em analisar de qual lado do muro ficarão nos próximos meses. Entretanto o Brasil é muito maior do que os conchavos nos salões dos três poderes.

Politicamente, a tendência é de que os eleitores devem optar por um candidato de tendência econômica conservadora em 2018, como o Governador de São Paulo Geraldo Alckmin. Candidatos como Lula e Marina Silva apresentam ainda forte rejeição, e Lula poderá nem concorrer em função de condenação em processos de corrupção. Outros perfis que se revelam como novidade ou alternativa, como Luciano Huck, Dória e Bolsonaro, não devem ter chances reais em um segundo turno.

No plano econômico “A recuperação da economia brasileira não vai ser lenta e gradual. Os próximos três anos serão de forte crescimento, porque a crise empurrou o país para frente, ela obrigou o país a fazer coisas diferentes. Uma prova disto é que os investimentos externos já começaram a voltar, atraídos pelo tamanho e potencial do mercado. Além do Brasil, China, Índia e Indonésia estão na mira dos investidores internacionais”, explicou o economista e comentarista do Manhattan Connection (Globo News), Ricardo Amorim segundo artigo publicado no site “Sonho Seguro”.

A expectativa de crescimento do PIB em 2018 é de 2,50% e nos anos de 2019 e 2020 de 3%. A aposta é de que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) encerre o ano em 3,93%, ante projeção de 4,01%, e fique em 4,36% em 2018. Diante da desaceleração nos preços, os analistas mantiveram um horizonte favorável para a taxa básica de juros, a Selic. Para este ano, a estimativa para os juros ficou estável em 8,50% ao ano, sendo que, em 2018, a previsão é a mesma. Hoje, a Selic está em 11,25% ao ano.

Este momento de recuperação é o ideal para que as empresas venham ao Brasil para iniciarem suas estratégias comerciais de longo prazo. E as razões são as seguintes:

1. As notícias divulgadas no exterior dizem respeito ao caos e à violência no Rio de Janeiro. O Brasil não é o Rio de Janeiro (que se encontra em uma situação de falência e quase guerra civil) e sim estados promissores no agronegócio, em inovação e em qualidade de vida.

2. Existem profissionais de altíssima competência e formação em busca de emprego;

3. Salas comerciais e galpões estão com descontos de até 35% em função da taxa reduzida de ocupação;

4. As empresas iniciam seus novos investimentos e a entrada de novos fornecedores do exterior são bem-vindos;

5. O investimento para começar a atuar comercialmente no mercado brasileiro é baixo, em torno de 10 mil euros por mês;

6. Quando a economia estiver a pleno vapor em 2019, a nova empresa já estará estabelecida no país.

O Brasil funciona como um hub para o desenvolvimento do mercado sul-americano e uma vez tendo conquistado o mercado brasileiro, os próximos destinos são países como Argentina, Chile, Colômbia e Peru.

Venham para o Brasil, o momento é agora!

 

Roberto Gregori Jr. é membro do Grupo ENGAGE, engenheiro agrícola pela UNICAMP e mestre em Agronomia pela Universidade de Bonn. Foi fundador e diretor geral de subsidiárias de empresas de capital alemão no Brasil, atendendo o mercado da América do Sul. Desde 2011 atua como gestor interino de empresas em projetos de reestruturação ou de desenvolvimento comercial.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s