Confissões de um entrevistado

Entrevistas de emprego são um processo de duas vias. A primeira delas, mais óbvia, é a empresa analisando o candidato, e potencial futuro empregado, com relação ao preenchimento dos requisitos da posição, formação, cursos de aperfeiçoamento, idiomas, experiências prévias, empresas pelas quais passou, referências profissionais. A segunda é a parte que nós candidatos devemos fazer com muito critério para avaliarmos a empresa que estamos concorrendo a uma posição. Mais especificamente referente ao ambiente de trabalho, cultura da empresa, gestor imediato, equipe que irá reportar a você, desafio profissional que está sendo proposto, oportunidade de crescimento e desenvolvimento de carreira, entre outros.

A preparação para entrevistas é parte essencial do processo e não deve ser negligenciada. Primeiramente é importante conhecer muito bem seus pontos fortes e pontos a serem desenvolvidos. Perguntas situacionais, inclusive com exemplos vivenciados, são frequentemente utilizadas para cargos de liderança. Portanto, vale o exercício de preparação para situações de desafio, gestão de conflitos, liderança, motivação de equipe, desenvolvimento de carreira de subordinados, entre outros. Estudar bem a empresa, segmento, e até concorrentes pode fazer a diferença na hora “H”. Caso tenha a oportunidade, converse com pessoas que trabalham ou trabalharam recentemente na empresa, você pode ter insights muito interessantes sobre como ela funciona no dia-a-dia e na vida real!

Experiências negativas foram poucas. Entrevistas por skype tem um grande risco de imprevisibilidade principalmente devido a problemas com conexão a internet e nível de ruído. Caso tenha a possibilidade sempre opte pela entrevista face to face! No meu caso, uma entrevista frustante que passei há alguns meses foi uma onde o gestor imediato após aquela fase onde esclareci sobre minha formação e experiência profissional, disse que para ser justo ele tinha preparado uma série de questões “técnicas” e iria seguir o checklist à risca. Até aí tudo bem, nada a questionar sobre sua forma de conduzir o processo seletivo, mas quando ele começou com as perguntas “técnicas”… “Ricardo qual sua definição para Excelência Operacional?; Você tem experiência com Lean, correto? Explique quais são os 7 desperdícios do Lean.” e assim seguiu a discussão. Agora você pode estar questionando, qual o problema em responder esses tipos de perguntas ou por que a frustação? Simples assim, o fato de você saber na ponta da língua as definições ou teoria sobre o tema, pouco diz sobre o quão preparado você realmente está para executar a função com sucesso! Minha expectativa era em ser questionado sobre minhas experiências executando projetos e as dificuldades encontradas durante a implementação, treinamento da equipe, gestão do processo de mudanças, envolvimento da equipe.

No outro extremo participei de várias entrevistas excelentes! Seguramente a experiência positiva vai muito além da entrevista em si. Desde os cuidados com a preparação para a entrevista, agendamento antecipado, cuidado com pontualidade, cordialidade na recepção, transparência no processo, abertura para questionamentos sobre a empresa, posição, desenvolvimento de carreira, e fechamento esclarecendo os próximos passos, timing para feedback. Uma das melhores entrevistas que tive foi bem interessante. No caso a posição era para uma Gerencia Sênior e a entrevista foi realizada por um subordinado da posição. Algo que devo confessar, não muito comum nos dias de hoje!

Uma estratégia que busco aplicar sempre que possível é a de “quebrar o gelo” nos momentos iniciais da conversa. A melhor forma de fazê-lo é você ter alguma informação que possa utilizar para esse artifício. No caso em questão, eu tinha a informação que o entrevistador, apesar de ainda ter poucos anos de experiência profissional, estaria de malas prontas para uma expatriação aos EUA. Coincidência ou não, eu passei por experiência similar no início da minha carreira quanto tive a oportunidade de ir para a Suécia. Antes de começarmos ele ofereceu para tomarmos um café e aquela foi a abertura necessária para eu introduzir o tema. Dali em diante, a entrevista fluiu naturalmente e ambos “relaxamos”…

Fato é que nunca as entrevistas e respectivas experiências serão idênticas! Você pode preparar-se, ter um grande nível de auto-conhecimento, estudar a empresa almejada, revisar o currículo, mas cada experiência será única, disso você pode ter certeza! Um fator que hoje tenho plena consciência de sua importância e relevância para o sucesso em qualquer processo seletivo é o de você estar com um bom estado de espírito! Isso mesmo, estado de espírito! Por mais irrelevante que pareça, ele interfere na sua postura corporal, fala, entonação, ou seja, você estará transmitindo confiança e segurança caso esteja num dia “bom” e medo e incerteza caso seja um dia “ruim”…

O sucesso no fim do processo dependerá, além de você preencher os requisitos básicos da posição como formação, idiomas, experiência profissional, principalmente da sua habilidade e capacidade em gerar empatia com todas as pessoas com as quais vai interagir em suas entrevistas. Cada etapa do processo, cada entrevista é sua meta tentar criar essa boa energia ou “química” com as pessoas e garantir o avanço para a fase seguinte, até receber a almejada oferta de trabalho!

E você que também já teve várias oportunidades em processos seletivos, quais experiências que vivenciou? Algumas boas??? Fantásticas??? Outras nem tanto??? Compartilhe conosco suas experiências!!!

 

Ricardo Sumio Arima é membro do Grupo ENGAGE e formado em Engenharia de Produção Mecânica pela FEI – Faculdade de Engenharia Industrial em São Bernardo do Campo, e certificado em Lean Six Sigma Black Belt pela Seta Desenvolvimento Gerencial em São Paulo, com mais de 15 anos de experiência em empresas multinacionais de grande porte como ABB e GE Oil Gas. Experiência internacional durante 10 anos em países como Suécia, Finlândia e Estados Unidos, atuando em funções de liderança Global em Gestão da Qualidade, Melhoria Contínua e Lean Manufacturing com excelente habilidades em Liderança e Gestão de Processos de Mudança, incluindo liderança de times globais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s